Twitter Siloé

A Divina Misericórdia

Não há como falar de misericórdia sem lembrar a passagem de: Jo 8, 1 – 11. Passagem esta que nos faz refletir e automaticamente nos remete a misericórdia de Deus em sua plena essência. Em uma autentica forma de amor e misericórdia diante de nossa fraquezas.

Talvez alguns já se colocaram nessa realidade, não muitas vezes da mesma forma, mas inseridos em nossas próprias realidades. Todos nós já passamos por essa situação, mesma que seja uma dura realidade, a de negarmos a Deus.

Quem são esses acusadores e que ao mesmo tampo nos fazem cair em pecado? O demônio. Ora, a mulher foi pega cometendo adultério, o pior de todos os pecados, pecado este que denigre a alma humana. Percebamos aonde esta mulher foi levada, a quem os acusadores resolveram procurar, a Jesus. Que é de fato a real misericórdia, o Deus de amor.

Não é só porque vivemos no pecado que estamos perdidos, já dizia Santa Faustina. Ter uma experiência concreta e sincera com o Amor de Deus é o que de fato vai nos livrar do pecado, é o que irá nos fazer encontrar com o meu Eu e Deus.
Aquela mulher percebeu com a experiência que teve com Cristo que ele realmente era Deus. Ora, quem é esse que não me condenou? Que se rebaixou a mim, tirando a marca de pecado e a sentença da morte minhas costas?
Nos deparamos hoje com o relativismo, onde tudo é normal, tudo é explicável.

A pergunta que muitos fazem é: pra que essa história de perdão? o pecado além de nos ferir, fere com maior intensidade o coração de Deus. E Deus diante de nossas falhas não age com rancor e vingança, pelo contrário, ele se derrama em Amor por nós, afinal, foi por amor que ele nos criou, desde sua primeira criação (Adão).

Ir. Faustina já nos fala que esse é o tempo da misericórdia, é o tempo das divinas graças através do coração aberto de Jesus. Tempo de voltarmos para o senhor. Tempo também de justiça. E é pela sua misericórdia que são apagados todos os pecados e penas.

Que possamos ter a simplicidade de nos aproximar do coração Misericordioso de Jesus, pois é com essa mesma simplicidade que o nosso Senhor chega a nós. E é com essa mesma simplicidade que transbordaremos o nosso coração e alcançaremos o coração do outro com o amor de Deus.

--
Ir. Maria Joana  - Comunidade Servos da Divina Misercórdia e do Imaculado Coração de Maria.
por Mídias Digitais Siloé






Outras Formações

Leia a Bíblia Sagrada online